Bem-Estar

Descubra os exercícios que te ajudam a melhorar a resistência física

A prática de atividades físicas é essencial para quem deseja manter uma rotina de vida mais equilibrada. E os exercícios para resistência física são excelentes para quem deseja abandonar o sedentarismo e, até mesmo, para quem já está habituado a se exercitar. Afinal, treinos de resistência se adaptam perfeitamente ao praticante, bastando apenas controlar a intensidade dos exercícios.  Os treinos focados em resistência física promovem a melhora do condicionamento físico e o aumento do ganho de massa muscular. Ainda, auxiliam na perda de peso, na melhora da saúde cardiovascular e no combate ao estresse, à ansiedade e à insônia. Além desses benefícios, a prática regular de atividade física também aumenta a produção de serotonina no organismo, mais conhecida como o hormônio do bem-estar. Ou seja, suar a camisa também pode contribuir para reduzir a irritabilidade e os sintomas de depressão. Quer conhecer os melhores exercícios para resistência física? Então vamos a eles! 

 

Caminhada

A caminhada é uma atividade de baixo impacto, mas que possui muitos benefícios em curto e longo prazos. Inclusive, pode ser praticada diariamente e por todas as pessoas, incluindo crianças, idosos e gestantes. Por ser uma atividade que envolve vários músculos e partes do corpo, contribui para a melhora do condicionamento físico e da respiração. Além de ser considerada um dos exercícios para resistência física, a caminhada também melhora a circulação sanguínea, o que beneficia o sistema cardiovascular. Ademais, força a transpiração, o que ajuda a eliminar as toxinas do organismo e reduz a retenção de líquidos, diminuindo consideravelmente o inchaço. 

Corrida

O interessante da corrida é que você não precisa de muito para praticar. Lembrando que é essencial que seu tênis não esteja apertado no pé e não te machuque em nenhum ponto. Para praticar a corrida, bastam apenas roupas confortáveis e um tênis adequado. Ademais, essa atividade contempla todo tipo de público. Basta medir a intensidade do exercício, controlando velocidade, distância e tempo de duração. Para quem está começando, o recomendado é iniciar por distâncias mais curtas em ritmo lento, porém constante. À medida que sentir seu corpo pegando ritmo, você pode aumentar gradualmente.  A corrida ajuda a aumentar a resistência física e respiratória, além de fazer controle cardiovascular.

 

Jump

Já o jump é mais um dos exercícios para resistência física, porém, possui contraindicações. Ele consiste em uma série de exercícios coreografados praticados em cima de uma mini cama elástica. Por causa do impacto oferecido, gestantes e pessoas que sofrem com problemas de coluna ou joelhos não devem investir na atividade. Para não correr riscos, procure o seu médico de confiança. Agora, se você não tem impedimento algum, saiba que o jump trabalha quase todos os músculos do corpo, de forma que o treino resulta na melhora do condicionamento físico e no enriquecimento muscular. Além disso, promove o equilíbrio, a coordenação motora, a consciência corporal e a socialização, já que as aulas costumam ser coletivas e muito animadas.

Flexões

As flexões de braço trabalham várias áreas do corpo, como peito, ombros, braços e lombar. Como resultado, o praticante tem fortalecimento muscular garantido, melhora da postura e do condicionamento físico. Já as flexões abdominais trabalham todas as regiões do abdômen, queimando gordura, promovendo definição muscular e também melhorando o condicionamento físico. 

Yoga

Não, você não leu errado! O yoga é considerado um dos exercícios para resistência física por vários motivos.  Em primeiro lugar, porque as suas posturas são desafiadoras e exigem resistência física e força muscular para que sejam realizadas. Na medida que você vai praticando e pegando intimidade com a atividade, o seu condicionamento físico aumenta de forma que pode investir em posturas mais avançadas. Além de promover o fortalecimento muscular, o yoga melhora a postura e alivia tensões físicas e psicológicas. De baixo impacto e totalmente adaptável ao praticante, ela pode ser praticada por todas as pessoas, incluindo idosos e gestantes.

 

Treino funcional

Ainda em busca de exercícios para resistência física? Então conheça o poder do treino funcional. Por meio de treinos curtos de moderada à alta intensidade, você abandona de vez o sedentarismo e conquista o condicionamento físico que tanto deseja. Além disso, também ganha massa muscular e disposição para enfrentar os desafios do dia a dia. Por mais que o nome assuste, os exercícios realizados no treino funcional são de fácil execução e são baseados nos movimentos que você realiza em seu dia a dia, como sentar, levantar, pular, correr, abaixar entre outros. Assim, mesmo que você nunca tenha tido contato com a atividade, poderá dar os primeiros passos nela sem nenhuma dificuldade. 

 

 

Natação

E a lista de exercícios para resistência física não acaba por aí. Além dos exercícios mencionados anteriormente, temos ainda a natação, uma atividade aeróbica de baixo impacto e que trabalha todos os músculos do corpo. Por isso, é recomendada para todos os públicos, de crianças a idosos. A natação também é uma atividade física recomendada para pessoas que possuem lesões osteomusculares, pelo seu poder de reabilitação.  Ela fortalece e tonifica os músculos, melhora a lubrificação das articulações e ainda auxilia no emagrecimento. Outro grande benefício da natação é melhorar o sistema respiratório dos seus praticantes. Dessa forma, também é recomendada para aliviar os sintomas da asma, bronquite e alergias respiratórias.

 

Pilates

O pilates solo é uma atividade inclusiva, pois pode ser praticada por todos. Por meio de exercícios praticados no chão e com o auxílio de alguns acessórios, a atividade promove o fortalecimento, a definição muscular, a flexibilidade, o alinhamento postural e o alívio de dores crônicas. Mas não apenas isso. O pilates é composto por uma série de atividades que combinam exercícios para resistência física com técnicas respiratórias para beneficiar tanto a saúde física quanto a mental dos seus praticantes. Sendo assim, a prática também alivia o estresse, a ansiedade, melhora a respiração, a circulação sanguínea e a qualidade do sono.

 

Fonte: Portal NAMU