Saúde do Homem

Chega de filhos? Vasectomia...

Dr. Malcom Brigo

Quando se fala em planejamento familiar, idade ideal para ter filhos, ou melhor fase conjugal, financeira e social da vida para tê-los, é habitual na nossa cultura, que essa responsabilidade fique com as mulheres. Sim, “elas que se preocupem”!

Antigamente, “ninguém tinha muito a fazer”, e nossas famílias eram cheias de filhos. Contudo, na década de 60, pequenas pílulas chamadas de anticoncepcionais, iniciaram uma revolução neste planejamento, trazendo junto com a revolução sexual, a liberdade feminina, permitindo a ela a escolha de ter ou não filhos, e quando isso iria ocorrer. Depois, novos métodos “surgiram”, como o DIU, preservativos, métodos injetáveis, entre outros.

Acontece que esses métodos são, em sua maioria, falíveis, e é comum ouvirmos histórias de filhos do preservativo que estourou, ou do DIU que não funcionou.  Esquecer de tomar os anticoncepcionais orais é ainda mais comum, sem falar das complicações destes, como a trombose venosa, o que tem levado muitas mulheres a abandonarem o método.

E é nesse momento que o homem, sim, finalmente ele, entra na jogada. Quando os casais com prole estabelecida, ou mais raro, sem filhos, desejam realmente que não querem mais uma gestação, a vasectomia - cirurgia esterilizadora masculina - torna-se uma boa opção.

A vasectomia consiste na secção e ligadura dos ductos deferentes, que são aqueles pequenos tubinhos que levam os espermatozoides dos testículos, para juntamente com o líquido seminal e prostático, permitir a fertilização. Realizada de maneira ambulatorial, isto é, sem internamento, dura aproximadamente trinta minutos, pode ser feita apenas com anestesia local, ou mesmo sedação, sendo que o retorno ao trabalho e as atividades habituais é rápido.

Muito eficaz e segura, a vasectomia ainda apresenta outra vantagem: pode ser revertida se assim o homem desejar, desde que respeitadas algumas condições, como o tempo decorrido do primeiro procedimento. Vale ressaltar que ela não influencia na função sexual. Assim, a lei permite que qualquer homem que tenha mais de 25 anos ou dois filhos vivos, possa escolher este método contraceptivo, ou seja, “Chega de filhos: Vasectomia”.

 

Dr. Malcom Jones Krummenauer Brigo
CRM-PR 20369 Urologia - RQE 13748
- Médico Formado pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM)
- Membro da Sociedade Brasileira de Urologia (SBU)
- Professor de Urologia da Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE)
- Preceptor de Urologia nas Residências Médicas em Cirurgia Geral do Hospital Universitário do Oeste do Paraná (HUOP) e do Hospital São Lucas.
- Preceptor de Urologia na Residência Médica em Oncologia Cirúrgica do Hospital do Câncer  (UOPECCAN)
- Médico Urologista da Master Clínica, Cascavel


@dr.malcombrigo_urologista

45 3224-2020
Rua Souza Naves, 3378 - Centro - Cascavel-PR
Diretor Técnico Médico - Dr. José Barbosa Mendes Jr. CRM/PR 10621 - RQE 1960