Prevenção

Respirar bem é viver bem

Rover ATM e Ortodontia

Para se identificar uma disfunção respiratória basta verificar a posição dos lábios nas situações de relaxamento. O indivíduo quando distraído, com os lábios entreabertos, está respirando pela boca, ou pelo nariz e boca ao mesmo tempo, ou seja, respiração mista. A falta de vedamento labial espontâneo indica uma disfunção respiratória que ocasionará diversos problemas, desde gengivas e lábios ressecados até os mais complexos como dificuldades auditivas, falta de concentração, descontroles hormonais, gastrites, problemas relacionados ao sono, apneias, dentre outros.

Outra característica do respirador bucal é que pode apresentar ronco, babar no travesseiro, sofrer de rinites e sinusites crônicas, são dispersos, se alimentam mal e são mais propensos a desenvolver problemas articulares e musculares.

Como e quando intervir?
Como a disfunção do sistema estomatognático - nome mais complicado da disfunção da ATM e da respiração - não escolhe sexo nem idade, devemos intervir logo que ela se manifesta. Por isto, podemos ajudar com orientações aos pais e pacientes com exercícios  mastigatórios e respiratórios mesmo antes de se instalarem os problemas. Desta maneira, trabalharemos com a prevenção no nível mais nobre que existe.

Caso a dentição de leite apresente alguma anomalia, devemos iniciar o tratamento o mais rápido possível. Muitas pessoas acham perda de tempo corrigir os dentes decíduos, pois serão substituídos pela dentição permanente a partir dos seis anos de idade. Puro engano. Os dentes permanentes seguem a orientação do posicionamento e do desenvolvimento dos dentes de leite. A oclusão errada dos decíduos se manifesta nos dentes permanentes, acumulando todas as alterações de desenvolvimento do crânio e da face e piorando a situação.

Nunca deixe para depois as situações a serem corrigidas, principalmente, na área da saúde. Muitas vezes, uma simples orientação, um pequeno ajuste num esmalte que deixou de ser desgastado fisiologicamente por causa da alimentação moderna, ou um acréscimo de resina bem orientado pode salvar uma boca pelo resto da vida.

Dr. Júlio Rover
Cirurgião-Dentista - CRO/PR 8460

Especialista em Ortodontia e Ortopedia Facial

Especialista em Disfunção Temporomandibular e Dor Orofacial

Membro Titular da Associação Brasileira de Odontologia do Sono (ABROS)


roverortodontia
www.roverortodontia.com.br

Rua Maranhão, 790, Ed. Green, Conjunto 12/13 Centro - Cascavel - PR
45 3223-1197