SAÚDE NEWS

Editorias

Prevenção

15/11/2018
Identificação e tratamentos de dores

Dr Miguel Elvira

A dor é um dos motivos mais comuns para as pessoas procurarem um médico e, de acordo com a Sociedade Brasileira Para Estudo da Dor (SBED), caracteriza-se por uma experiência sensitiva e emocional desagradável associada ou relacionada à lesão real ou potencial dos tecidos. A dor pode ocorrer de várias maneiras e intensidades: aguda ou leve, constante ou intermitente, latejante ou estável. Porém, é muito difícil descrevê-la, mas imagine se fosse possível visualizá-la? Por meio da Termografia Clínica isso é possível, pois o exame registra as mudanças de temperaturas provocadas por desequilíbrios corporais. Com a mensuração dessa energia emitida pelo corpo, o exame demostra nas imagens a distribuição térmica na pele, permitindo um diagnóstico funcional.


Termografia Clínica: a detecção de doenças pode ser antecipada

Com a Termografia é possível reconhecer com mais facilidade a área afetada por dor crônica ou por processos patológicos. Assim, o médico pode realizar um diagnóstico correto e direcionar para o tratamento mais adequado ou indicar o médico especialista da patologia apresentada. O exame também é recomendado para pessoas que buscam uma abordagem proativa em sua saúde ou para prevenções e tratamentos de lesões esportivas.
“A Termografia Clínica é um exame que está sendo difundido no Brasil como um dos principais métodos para detecção do câncer de mama, por exemplo. Muitas vezes, os pacientes têm queixas relacionadas a dores e sabemos que elas existem de fato, mas não sabemos a causa, por isso, a Termografia vai além dos métodos tradicionais e contribui significativamente na identificação de pontos dolorosos no corpo”, explica Dr. Miguel Elvira.
Atualmente, o exame é considerado um dos métodos mais promissores de diagnóstico por imagem digital. Lesões como do esporte e do trabalho, síndromes dolorosas, alterações vasculares relacionadas à enxaqueca, risco de Acidente Vascular Cerebral (AVC), distúrbios neurovegetativos relacionados à fibromialgia e Síndrome de Raynaud podem ser diagnosticados com a Termografia. Além disso, ela contribui na avaliação e identificação dos seguintes quadros clínicos: disfunções na tireoide, problemas na Articulação Temporomandibular (ATM), pé diabético, úlceras, feridas, isquemias, infecções, cicatrizações, traumas, microcirculações de tumores, neuropatias periféricas e centrais, ciatalgias, distrofias simpático-reflexa, disautonomias, disfunções viscerais, cefaleias, artrites, lombalgias, tendinopatias, fibromialgias e dores miofasciais.


Acupuntura no combate de dores

Criada há pelo menos 2.500 anos pelos chineses é reconhecidamente eficaz e tornou-se uma especialidade médica no Brasil em 1995. A aplicação de agulhas em determinados pontos do corpo, estimulam as funções orgânicas e produzem efeitos terapêuticos. Quando se trata de dor, muitos pacientes recorrem aos analgésicos para combatê-la, porém, são soluções momentâneas. Além disso, a dor, por mais ruim que seja, é um sinal que algo está em desacordo no organismo e que sua origem deve ser combatida. Dessa maneira, a Acupuntura é uma importante aliada no controle de diversas anormalidades, sendo considerada eficiente para tratamento de dores crônicas, pois age diretamente na origem desses problemas.

Alguns benefícios:
• Apresenta efeito analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular;
• Contribui para o aumento da imunidade;
• Reduz o estresse, sintomas de ansiedade e depressão;
• Acelera a recuperação de lesões;
• Alivia sintomas de TPM e menopausa;
• Reduz efeitos colaterais de quimioterapias.

Informe Publicitário
Rua Pernambuco, 2450 - Coqueiral - CEP 85807-050 - Cascavel/PR - Fone: (45) 3224-7212 / 3038-7216 / 99972-4744 / 99931-8072
COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.