SAÚDE NEWS

Editorias

Prevenção

15/11/2018
Fertilidade

Tenho ovários policísticos... Posso engravidar?

Como altera a ovulação e o ciclo menstrual, o problema está na lista dos temores de quem sonha em ser mãe

Tão rotineiro em rodas de conversas femininas e no consultório médico quanto cercado de mitos, o tema “ovários policísticos” está na lista de fatores que interferem na fertilidade feminina. Mas, afinal, é possível engravidar ainda que se tenha o diagnóstico confirmado do problema? A resposta é “sim” em pelo menos 25% dos casos.
O ginecologista e obstetra, Dr. Igor R. Mihara Mendes, explica que, mesmo com menstruação irregular por conta do problema, muitas mulheres ovulam espontaneamente em determinados meses, o que possibilita engravidar. Por outro lado, quando isso não ocorre, pode-se lançar mão de tratamentos como a indução de ovulação. “O importante é sempre conversar de forma clara e objetiva com o médico de confiança, especialmente se já decorreu um ano de tentativas de engravidar sem sucesso”, orienta Dr. Igor.
Ovários policísticos são bastante frequentes entre as mulheres. A detecção é feita com exame clínico, ultrassonografia e dosagem hormonal. Eles aumentam os ovários - devido à formação de múltiplos folículos (menores de 10 mm) - provocam desequilíbrio hormonal, menstruação irregular ou falha na ovulação e até dores agudas.
“Ter ovários policísticos, no entanto, é diferente de ter cisto no ovário [coleção de líquido envolta por fina membrana no interior de um ou ambos os ovários, podendo representar um folículo ovulatório ou tumor ovariano] ou, ainda, de ser portadora da Síndrome do Ovário Policístico [distúrbio endocrinológico causado pela produção de hormônios masculinos, que aumenta os ovários, altera o ciclo menstrual e inibe a ovulação, provoca ganho de peso, acne, crescimento de pelos, queda de cabelo, resistência insulínica, além de problemas com a fertilidade]”, esclarece o médico.

Vida saudável é fundamental
Além de se preocupar com a fertilidade, mulheres com ovários policísticos precisam estar atentas à saúde e ao bem-estar geral, uma vez que têm maiores chances de desenvolver doenças como diabetes, pressão alta, problemas cardíacos, colesterol alto, câncer de endométrio, ansiedade e depressão.
A dica é manter uma vida saudável para reduzir esses riscos, aliando, para começar, alimentação balanceada com a prática de atividade física regular. O corpo e a mente agradecem!
Rua Pernambuco, 2450 - Coqueiral - CEP 85807-050 - Cascavel/PR - Fone: (45) 3224-7212 / 3038-7216 / 99972-4744 / 99931-8072
COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.