SAÚDE NEWS

Editorias

Prevenção

15/09/2018
Exercícios físicos podem ajudar a evitar varizes

Muitas pessoas sofrem com o desconforto causado pela má circulação sanguínea na região inferior do corpo. Dores nas pernas, inchaços nos pés e tornozelos, câimbras e coceiras. Esses são apenas alguns sinais de alerta que o corpo demonstra para possíveis problemas no sistema circulatório, sendo as varizes um dos principais incômodos desencadeados pela dificuldade de bombeamento de sangue das pernas ao coração. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o problema afeta aproximadamente 30% da população mundial e pode surgir em qualquer fase da vida. Em relação ao gênero, as mulheres são as mais afetadas. O motivo está relacionado aos fatores hormonais como: aumento de peso (principalmente durante a gestação), ciclos menstruais e a menopausa. Ademais, alguns pesquisadores acreditam que as terapias de reposição hormonal e o uso de anticoncepcional também favorecem o aparecimento das veias dilatadas.

Como as varizes se formam?
O sangue é transportado por dois tipos de vasos: artérias e veias. A artéria é responsável por levar o sangue rico em oxigênio para longe do coração, em direção ao resto do corpo, nutrindo assim, órgãos e tecidos. Já a veia é o vaso sanguíneo que transporta o sangue em direção ao coração e pulmões. Junto a elas existem as válvulas, mecanismos de segurança que impedem que o sangue reflua. Quando alguma válvula é obstruída, ocorre a diminuição do fluxo sanguíneo e parte do sangue fica acumulada na veia, dando origem às varizes, veias dilatadas, torcidas e, em muitos casos, doloridas.

Previna o aparecimento das varizes com atividade física
A atividade física auxilia na manutenção da qualidade de vida. Por meio dela é possível prevenir diversas doenças como: diabetes, pressão alta, estresse e, até mesmo, o aparecimento de varizes e varicoses. Isso ocorre porque, além das válvulas, o movimento dos membros inferiores consegue intensificar o bombeamento do sangue de outros dois modos:
Bomba plantar: a cada pisada, o impacto da planta do pé com o chão provoca um bombeamento mecânico do sangue acumulado nos pés.
Bomba da panturrilha: usamos a musculatura da panturrilha, conhecida popularmente como batata da perna. Do mesmo modo, a contração destes músculos impulsiona o sangue venoso para cima.
Assim, quando o indivíduo se exercita a pressão nos vasos aumenta e, consequentemente, o fluxo sanguíneo se intensifica. Mas fique atento, pois as atividades físicas mais recomendadas são aquelas que requerem maior movimentação das pernas, alguns exemplos: caminhada, corrida, bike, dança e natação.
Para quem prefere praticar exercícios na academia, opte pela esteira, bicicleta ergométrica, simulador de escada, aulas de ginástica e exercícios na piscina. O levantamento de peso não é proibido, mas cuidado com exercícios com cargas extremas.

Além dos exercícios físicos outros hábitos auxiliam no não aparecimento das varizes:

Aposte nas fibras
Os alimentos ricos em fibras auxiliam a digestão e o bom funcionamento do intestino.
Desta forma, se evita a prisão de ventre, varizes e hemorroidas.

Evite roupas muito apertadas
Vista roupas leves e confortáveis.
Além das roupas, evite sapatos que dificultem a circulação.

Faça massagem
Pelo menos duas vezes na semana, massageie suas pernas, principalmente os pés, panturrilha e parte posterior das coxas. Isso auxilia na irrigação dos tecidos.

Diminua o sal no preparo dos alimentos
O excesso de sal prejudica a circulação sanguínea.

Evite ficar na mesma posição por muito tempo
Não permaneça muito tempo parado em pé ou sentado.

Fonte: Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular / Organização Mundial de Saúde (OMS)