SAÚDE NEWS

Editorias

Beleza e Saúde

15/07/2018
Envelhecimento periocular tem tratamento?

A região periocular é a primeira região da face a apresentar sinais de envelhecimento. Com o passar do tempo, é normal a pele perder colágeno, elastina, alterações na coloração da pele (olheiras) e flacidez palpebral. Estas deixam a face com aparência triste e cansada. Outra queixa comum é o aparecimento de rítides (rugas) em volta dos olhos. Tratam-se de pregas cutâneas muito comuns, em geral simétricas, que se desenvolvem na área periocular, em sinergia com o movimento do músculo orbicular em sua porção lateral. Todas estas alterações fazem parte do processo normal do envelhecimento intrínseco, mas também são resultados dos danos causados pelos fatores extrínsecos como sol, poluição, tabagismo entre outros.
Pensando em oferecer o melhor resultado ao paciente, o mesmo deve passar por uma avaliação médica adequada e minuciosa. Nesse momento, o médico entende quais são as queixas, explica sobre cada tipo de tratamento e propõe o melhor tratamento para cada caso. Atualmente, existem várias opções de tratamentos para área dos olhos entre elas as minimamente invasivas que permitem o retorno rápido ou imediato do paciente para suas atividades diárias. Podemos citar como exemplo Skinbooster, Toxina Botulínica, preenchimento com ácido hialurônico, Laser de CO2, Peelings e até as “Bleflaroplastias” sem corte com Jato de Plasma.
Entender e dominar essas técnicas minimamente invasivas torna-se necessário, visto que alguns pacientes demonstram baixa aceitação à intervenção cirúrgica, principalmente os mais jovens. Assim, o estímulo do neocolágeno é interessante, para redução dos primeiros sinais de envelhecimento, rugas finas e flacidez cutânea discreta. Os tratamentos visam promover melhora da qualidade da pele, melhora da autoestima com uma aparência mais jovem e bela. Consulte seu médico!