SAÚDE NEWS

Editorias

Prevenção

15/07/2018
Termografia auxilia na detecção precoce do câncer de mama

O exame de Termografia Clínica apesar de pouco conhecido no Brasil, está sendo muito utilizado para detecção de doenças graves. O câncer de mama é uma destas patologias que se caracteriza pelo crescimento desordenado das células, anormalidade causada por mutações no material genético. A doença ocorre na maioria das vezes em mulheres, mas também pode atingir os homens.
De acordo com dados da Agência Internacional para a Pesquisa do Câncer da Organização Mundial da Saúde (OMS), um a cada quatro tipos de cânceres que afetam as mulheres é o de mama. Além disso, é o segundo câncer mais frequente no mundo e o primeiro em taxa de mortalidade em mulheres.
Portanto, além de manter hábitos saudáveis, a prevenção é o melhor caminho para evitar que a patologia se propague. Quanto mais cedo o câncer de mama é descoberto, mais altas são as taxas de sucesso no tratamento. Para isso, são necessários exames regulares e segundo indicação da Sociedade Brasileira de Mastologia é necessário realizar o exame de mamografia a partir dos 40 anos.
Alguns fatores dificultam o rastreamento e detecção precoce do câncer de mama como tumores que se desenvolvem ainda na juventude e nódulos não palpáveis. A Termografia Clínica pode ser uma alternativa segura e eficaz nestes casos, pois mulheres jovens possuem maior densidade nas mamas o que prejudica a identificação de tumores. Além disso, mulheres de todas as idades podem se submeter ao exame, inclusive crianças e gestantes, sendo possível ainda evitar a exposição à radiação presente em outros exames.
A Termografia não é invasiva, não comprime os seios e as imagens são precisas, conforme explica o médico Dr. Miguel Elvira. “O infravermelho identifica alterações metabólicas e mudanças de temperaturas, pois a vascularização no local aumenta caso haja o desenvolvimento de um tumor. Dessa forma, o exame permite a detecção de problemas em seu estado inicial”.
Para identificar estas mudanças de temperatura, são utilizadas câmeras termográficas que “fotografam” todo o corpo. A paciente precisa estar tranquila, evitar banhos muito quentes, massagens, aplicação de cosméticos na pele no dia do exame, além de não fumar ou ingerir bebidas alcoólicas. A Termografia é indicada para mulheres que desejam uma abordagem proativa em sua saúde ou que não obtiveram resultados conclusivos com outros exames. Também é recomendada para mulheres com alterações fibrocísticas nas mamas em que a mamografia tem pouca eficácia. O exame também fornece uma visão geral da saúde, bem como potenciais fatores de risco.








Dr. Miguel Elvira

CRM-PR 8770
Especialista em Acupuntura pelo Colégio Médico de Acupuntura (AMBA) - RQE 17167
Especialista em Clínica Médica - RQE 3346