SAÚDE NEWS

Editorias

Beleza e Saúde

15/11/2017
Calvície feminina existe e tem tratamento!

Dra. Marcia Vivan

Informe Publicitário

A calvície (ou alopecia androgenética), tão conhecida pelos homens, é uma afecção cada vez mais comum no sexo feminino. De causa genética e com influência hormonal, leva a uma miniaturização (afinamento) dos fios até que desapareçam, de forma crônica e progressiva. Tal condição causa grande ansiedade e sofrimento emocional nas mulheres. A boa notícia é que existe tratamento, devendo ser iniciado o mais precocemente possível para se obter melhores resultados.

Manifestações clínicas

A calvície feminina manifesta-se pelo afinamento capilar progressivo, com diminuição do volume e perda mais difusa dos fios, principalmente, no topo da cabeça. Inicia-se com alargamento da risca que divide os cabelos, e progride deixando o couro cabeludo cada vez mais visível com o passar do tempo. Como o processo é lento, pode acabar passando despercebido no início ou ser confundido com outras causas de queda de cabelos. Por isso, é muito frequente que as pacientes acabem tomando vitaminas, usando xampus ou fazendo outros tratamentos por conta própria, atrasando o atendimento médico especializado.

Tricoscopia digital permite um diagnóstico mais preciso
Para um diagnóstico preciso da calvície contamos com a tricoscopia digital, um exame não invasivo do couro cabeludo que permite sua visualização com aumento de 20 a 70 vezes. Deste modo, é possível medir a espessura dos fios e a densidade capilar, além de comparar diferentes áreas do couro cabeludo, permitindo o diagnóstico da calvície feminina até mesmo no seu estágio mais inicial. Além disso, possibilita o acompanhamento ao longo do tempo, levando a uma análise mais objetiva da evolução e da resposta aos tratamentos instituídos.

Tratamento
A calvície não tem cura até o momento. No entanto, existem tratamentos capazes de retardar a progressão da doença, com o objetivo principal de frear e reverter o processo de afinamento, mantendo os fios que o paciente tem. A terapêutica de primeira linha baseia-se no uso de medicamentos orais e tópicos, levando-se em consideração as indicações e contraindicações para cada paciente. Além disso, temos diversos procedimentos complementares, sendo a MMP® (Microinfusão de Medicamentos na Pele) o mais promissor deles até o momento.

Microinfusão de Medicamentos – MMP®
A MMP® (Microinfusão de Medicamentos na Pele) é uma técnica inovadora, em que se infundem medicamentos no couro cabeludo através de um aparelho específico com múltiplas agulhas, aliando o benefício do microagulhamento à infusão de substâncias diretamente no local acometido. Com ele é possível a aplicação da medicação de forma uniforme e precisa, obtendo resultados muito satisfatórios.


Se você tem tido uma queda aumentada dos fios por mais de seis meses, ou notou o afinamento progressivo dos cabelos, evite se automedicar e procure um dermatologista. Ele é o único profissional habilitado para realizar o diagnóstico do tipo de queda de cabelo, além de poder prescrever medicamentos e realizar procedimentos invasivos no couro cabeludo.


Dra. Márcia Vivan
CRM-PR 26835
Dermatologista
RQE 18791
Membro Títular da Sociedade Brasileira de Dermatologista - SBP
Rua Pernambuco, 2450 - Coqueiral - CEP 85807-050 - Cascavel/PR - Fone: (45) 3224-7212 / 3038-7216 / 99972-4744 / 99931-8072
COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.