SAÚDE NEWS

Eventos

Congressos

20/09/2019
Desafios da Medicina de Emergência no Brasil

Comuopar recebeu mais de 650 congressistas

O Centro Acadêmico de Medicina Rui Almeida (CAMERA) promoveu, nos dias 15, 16 e 17 de agosto, o III Congresso Médico Universitário do Oeste do Paraná (COMUOPAR). O congresso teve como tema “Os Desafios da Medicina de Emergência no Brasil” e teve como finalidade a atualização e disseminação de conhecimentos. Durante três dias, a programação contou com várias atividades como cursos teóricos e práticos, exposição de trabalhos científicos em formato de painéis e palestras. Destacamos a presença de renomados profissionais como o coordenador de Diretrizes Brasileiras de Emergências Cardiovasculares, Dr. Sérgio Timermam e, também, Dr. Jorge Ribera que trabalhou no resgate de vítimas no rompimento da barragem de Brumadinho, Minas Gerais. 


Dr. Luiz de Castro Bastos
Cardiologista Intervencionista – Curso de Interpretação de Eletrocardiograma
“É fundamental o estudante de medicina conhecer a base da interpretação do eletrocardiograma, com o objetivo de avaliar se o paciente sofre de um grave problema cardiológico no instante em que ele dá entrada no pronto-socorro. As doenças cardiovasculares são a principal causa de morte no mundo e o exame de eletrocardiograma pode mudar essa realidade com a orientação imediata e correta do médico”. 



Dr. Rodrigo Martinez de Mello Vianna
Chefe do Departamento de Transplantes do Jackson Memorial Hospital de Miami, Estados Unidos - O quebra-cabeça de nossas carreiras: trajetória nos EUA e o futuro do transplante
“O futuro do transplante está baseado em três direcionamentos: o desenvolvimento de remédios com menos efeitos colaterais; a regeneração ou a criação de novos órgãos e, por fim, o transplante de órgãos de animais em pessoas. São novas tecnologias e procedimentos como esses que nos estimulam a buscar conhecimento em congressos médicos, tanto para aperfeiçoamento, quanto para o desenvolvimento de novas técnicas.”




Dr. Maurício Lemos

Médico socorrista do SAMU/SIATE de Maringá - Intervenção de vítimas presas às ferragens

“O trabalho de atendimento de emergência nas ruas é um grande desafio, pois envolve o equilíbrio entre o preparo técnico e o mental. É um cenário de muita tensão. Além disso, o médico socorrista deve tratar o paciente ferido com mais humanismo e intervir no momento certo para salvá-lo. Como vivencio muitas situações semelhantes, sempre aconselho os acadêmicos a se dedicarem nos estudos, a cumprirem o protocolo e a terem consciência da importância do trabalho em equipe.” 




Priscila Martins
Coordenadora do Comuopar
“A cada edição, o Comuopar traz médicos renomados para compartilharem conhecimentos sobre as atualizações na área da saúde, protocolos e experiências do cotidiano. O objetivo deste congresso é difundir informações para o maior número de pessoas sobre o atual cenário da Medicina de Emergência no Brasil.”



Rua Pernambuco, 2450 - Coqueiral - CEP 85807-050 - Cascavel/PR - Fone: (45) 3224-7212 / 3038-7216 / 99972-4744 / 99931-8072
COPYRIGHT TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.