SAÚDE NEWS

Entrevistas

A médica de Cascavel que se destaca no cenário internacional de Otorrinolaringologia e Medicina do sono



Dra. Carolina Ferraz
de Paula Soares

CRM-PR 23488
Otorrinolaringologia - RQE 476
Medicina do Sono - RQE 18355



- Residência médica em Otorrinolaringologia e Cirurgia de Cabeça e Pescoço no Hospital doServidor Público Estadual de São Paulo/IAMSPE;
- Especialização em Medicina do Sono pelo Instituto do Sono/Universidade Federal de São Paulo;
- Título de especialista em Otorrinolaringologia pela Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial;
- Título de especialista em Medicina do Sono pela Associação Brasileira do Sono/Associação Médica Brasileira (AMB);
- Mestre em Ciências da Saúde pelo Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo, na área de Medicina do Sono;
- Membro do Departamento de Medicina do Sono da Associação Brasileira de Otorrinolaringologia e Cirurgia Cérvico-Facial;
- Coautora das Diretrizes Brasileiras em Ronco e Apneia do Sono (Projeto Diretrizes Clínicas Baseadas em Evidência – CFM e AMB (Conselho Federal de Medicina  Associação Médica Brasileira);
- Clerkship em Otorrinolaringologia – McGuill University, Montreal, Canadá;
- Professora Assistente de Otorrinolaringologia da Unioeste e da FAG;
- Revisora da Revista Brasileira de Otorrinolaringologia;
- Palestrante: * Congresso Fundação Otorrinolaringologia (2011 a 2017);
* Congresso Brasileiro de Otorrinolaringologia (2013 a 2017);
- Médica Sócia e coordenadora do setor de Medicina do Sono na Clínica NEO.

 A união da Otorrinolaringologia e Medicina do Sono
Otorrinolaringologia é a especialidade que estuda e trata de doenças de vários órgãos e sistemas do corpo humano localizados na região da cabeça e pescoço: nariz, seios da face, ouvidos e garganta (faringe e laringe). Portanto, o médico otorrinolaringologista cuida de várias enfermidades desde otites, desvios de septo nasal e distúrbios de deglutição, audição, equilíbrio a problemas respiratórios, que por sua vez, influenciam diretamente na qualidade do sono. A Medicina do Sono foi reconhecida como área de atuação médica no Brasil em agosto de 2011 e as especialidades de otorrinolaringologia, neurologia, psiquiatria e pneumologia são pré-requisitos para formar um médico do sono. A Otorrinolaringologia e a Medicina do Sono se complementam quando o assunto é a investigação de distúrbios respiratórios e do sono. Durante o sono, há mudanças nas atividades cerebrais, cardíacas, musculares e respiratórias que, se não executadas corretamente, afetam o descanso, prejudicando funções essenciais para o bom funcionamento do organismo.

 

"Manter uma boa respiração durante o sono é fundamental para a saúde"

Dra. Carolina Ferraz de Paula Soares.
 
Por que a respiração influencia no sono?
As alterações da atividade cerebral e muscular que ocorrem durante o sono, interferem na respiração; assim, pode ocorrer mudança na intensidade do fluxo de ar que passa pelas vias aéreas, na movimentação de tórax e abdome, impedindo que a adequada quantidade de oxigênio chegue às células do nosso corpo enquanto dormimos. Cada vez que há uma diminuição no fluxo de ar, seja de poucos segundos ou até minutos, uma diminuição do nível de oxigênio no sangue acontece e, por consequência, há um aumento do CO2 (gás carbônico), provocando um aumento dos batimentos cardíacos e da pressão. Estas alterações enviam um “alerta” para o cérebro que existe um problema respiratório, gerando um leve despertar. Isso causa contrações musculares e o reestabelecimento da capacidade das vias aéreas, normalizando temporariamente a respiração. Esta situação pode ocorrer várias vezes durante a noite, prejudicando consideravelmente a qualidade do sono.

O sono contribui para a saúde e beleza
Quando não dormimos bem, a saúde pode ser afetada com manifestações de diversas doenças. O ato de dormir é importantíssimo para a manutenção de uma vida saudável, podendo nos afetar física e psicologicamente, sendo refletido na nossa aparência.
O sono auxilia nosso cérebro a armazenar novas informações, mantendo uma boa memória e melhorando a aprendizagem. Também contribui para manutenção do humor e na energia que temos durante o dia, pois o cansaço afeta o desempenho no trabalho e estudos, além de causar alterações no metabolismo, como os níveis hormonais. Uma boa noite de sono pode prevenir doenças, pois nossa função imunológica torna-se mais forte, apenas uma noite mal dormida pode levar a alterações celulares que aumentam o risco de desenvolver tumores. Enquanto dormimos, nossas células descansam e reequilibram os malefícios diários aos quais ficamos expostos. Por exemplo, é nesse momento que a produção de colágeno ocorre, sendo ele o responsável por manter a pele firme. Substâncias como cortisol e hormônio do crescimento também são liberados durante o sono, portanto, não basta apenas investir em produtos e cosméticos contra o envelhecimento da pele, mas é necessário manter boas noites de sono na rotina. Sem um sono adequado nosso organismo ficará em desarmonia. Seguir uma boa higiene do sono, prevenir e tratar os distúrbios que ocorrem durante este fundamental estado fisiológico garante uma vida plena e saudável.



Principais distúrbios do sono - A Insônia e os Roncos


Entre os principais distúrbios do sono estão a insônia e os roncos. A demora em começar a dormir ou o ato de acordar cedo demais (insônia) acomete muitas pessoas em todo o mundo, sendo a ansiedade e o estresse fatores cruciais para este problema.
O ronco é o som do ar passando com dificuldade pela região entre o nariz e a garganta, pesquisas apontam que 60-70% da população apresentam roncos. Quando o ronco ocorre mais de quatro vezes por semana ele pode ser sinal de apneia obstrutiva do sono. Esta forma de apneia ocorre quando há uma obstrução das vias aéreas superiores, gerando uma interrupção do fluxo de ar. Segundo um estudo realizado na cidade de São Paulo, 32% da população apresenta apneia obstrutiva do sono, sendo bastante comum e com um grande número de pacientes sem diagnóstico e tratamento. Quando o indivíduo está deitado, a tendência é que haja uma diminuição no calibre das vias aéreas superiores (VAS), pois o efeito da gravidade na língua e no palato mole faz com que eles caiam parcialmente para trás. Algumas pessoas podem apresentar alterações estruturais das VAS, como: amígdalas aumentadas, palato alongado, macroglossia, retrognatia, entre outros, que associados ao relaxamento da musculatura podem obstruir a passagem do ar.
Assim como os adultos, as crianças podem apresentar um quadro de respiração bucal, com apneia e ronco. Além da dificuldade em respirar pelo nariz, uma grande parcela dos casos, pode ser gerada pelo aumento das amígdalas ou adenoides, sendo que a cirurgia pode ser a solução. Em outros casos, a causa pode ser devido à dificuldade de realizar a respiração pelo nariz. A maior diferença é que nas crianças o sono torna-se agitado, refletindo durante o dia com dificuldades em realizar atividades, concentração, repercussões no crescimento da face, posicionamento dos dentes e fala. Portanto, é imprescindível que seja realizado o tratamento adequado.

Sonambulismo - O sonambulismo aparece normalmente na infância e quem sofre com este distúrbio fala, senta, levanta e anda pela casa, adormecido. É preciso ter cuidado, pois ele pode provocar acidentes de maior gravidade, uma vez que a pessoa se movimenta sem ter consciência.

Síndrome das Pernas Inquietas - A síndrome é conhecida pela sensação de desconforto nas pernas e pela enorme necessidade de movimentá-las. Por causa dos movimentos contínuos, as pessoas não conseguem dormir ou demoram a pegar no sono. Além disso, a Síndrome pode se manifestar com incômodos, formigamento ou queimação que acontecem bem antes da hora de dormir ou em outros estágios do sono.

Bruxismo - O bruxismo se caracteriza pelo ato de ranger e apertar os dentes de forma involuntária. É uma doença que pode causar desgaste nos dentes, dor na musculatura e dores de cabeça, entre outros sintomas. Ocorre com maior frequência durante a noite e as principais causas são o estresse, a ansiedade e o posicionamento da arcada dentária.


Dra. Carolina Ferraz de Paula Soares não mede esforços para manter-se constantemente atualizada. A médica disponibiliza para Cascavel e região os mesmos tratamentos encontrados nos grandes centros do mundo. Conhecimento técnico, profissionalismo e o seu comprometimento com a saúde da população transformaram a médica numa referência de credibilidade e excelência nas especialidades de otorrinolaringologia e medicina do sono.


Dra. Carolina Ferraz de Paula Soares
CRM - PR 23488
Otorrinolaringologia - RQE 476  | Medicina do Sono - RQE 18355