SAÚDE NEWS

Entrevistas

Tudo sobre varizes


Na dúvida pergunte ao Dr. Rover!

Quantos de vocês gostariam de conhecer uma técnica de tratamento de varizes que não necessita de internação hospitalar?

Quantos de vocês gostariam de conhecer uma técnica de tratamento de varizes que não necessita de repouso?

Quantos de vocês gostariam de conhecer uma técnica de tratamento de varizes que, mesmo durante o tratamento, você pode manter suas atividades normalmente?

Quantos de vocês conhecem pessoas que se beneficiariam com este tipo de tratamento?

Quantos de vocês gostariam de ajudar compartilhando informações do tratamento com pessoas que ainda não conhecem
?

Dr. Rover responde: Parabéns por ter lido esta matéria e obrigado por ajudar a compartilhar este novo método de tratamento de varizes.

Qual é o tratamento de varizes que permite atividades normais durante o tratamento?
Dr. Rover - Tratamento de varizes com espuma.

Quais são os benefícios desse tratamento?
Dr. Rover - O tratamento de varizes com espuma não necessita de internação hospitalar, nem anestesia na coluna e não necessita de repouso. O tratamento cicatriza as feridas nas pernas provocadas pelas varizes, podendo ser utilizado em todas as faixas etárias, inclusive em pacientes que estejam em uso de anticoagulantes. Aqueles pacientes com mais idade e que possuem algum risco anestésico maior, também podem ser tratados com este método.

Quantos pacientes com varizes já foram tratados pelo senhor com este método da espuma?

Dr. Rover - Realizo este tipo de tratamento há cinco anos e já tratei 6353 pacientes com espuma. Ainda temos um projeto social para tratamento de pacientes carentes e um curso no qual já treinamos 752 cirurgiões vasculares de todos os estados do Brasil, além de médicos da América do Sul e Europa. Por meio destes colegas estamos colocando esse tratamento ao alcance de muitas pessoas que precisam.


Alterações venosas

• Varizes
As varizes formam-se devido a uma alteração genética na parede das veias, levando ao seu enfraquecimento e consequente dilatação. Tanto as varizes, quanto as microvarizes e as varicoses (vasinhos) possuem a mesma origem. Os fatores genéticos e hormonais figuram entre as principais causas. Outras questões também podem influenciar no surgimento das varizes, como por exemplo, o tipo de trabalho (pessoas que trabalham mais do que seis horas em pé ou sentadas) e duas ou mais gestações. Em alguns casos elas podem provocar dores, cansaço, sensação de peso, inchaço, alterações na sensibilidade e pigmentação da pele, edema nos pés e úlceras (feridas) nas pernas. Quanto ao uso de salto alto, depilação com cera quente, ginástica, musculação, subir e descer escadas, nada disso provoca varizes.

• Varizes, Microvarizes e Varicoses
Microvarizes são veias “menores” de três milímetros e têm coloração de aspecto azulado ou esverdeado, sendo muito frequentes na face posterior do joelho e lateral da coxa e perna. Os populares “vasinhos” (ou “varicoses”) são vasos cutâneos visíveis que medem de 0,1 a 1 mm de diâmetro e manifestam-se com linhas fracamente vermelhas até um aspecto roxo e elevado. As microvarizes são a raiz das varizes e das varicoses. Já as varizes são veias dilatadas, alongadas e tortuosas, possuindo dimensões “maiores” do que três milímetros de diâmetro. Entre os tipos descritos, são as que mais causam preocupação, por estarem sujeitas a uma circulação sanguínea tão disfuncional que pode levar à formação de coágulos em seu interior, quadro conhecido como “flebite”. Uma flebite pode, eventualmente, progredir para uma trombose venosa profunda, ou este coágulo pode deslocar-se da circulação superficial atingindo a circulação principal, tornando o quadro preocupante, pois também pode causar a embolia pulmonar - uma complicação potencialmente fatal. É importante salientar que 15% das embolias pulmonares têm como causa trombos que migraram de varizes superficiais. Daí a importância do tratamento preventivo das varizes, mesmo que o paciente não tenha sintomas ou apelo estético. Após o exame físico, Dr. Rover verifica quais veias estão comprometidas através do mapeamento dos segmentos varicosos, procedimento realizado com a ajuda do Eco-Doppler colorido, um exame de imagem que também auxilia no encontro de trombos e na localização de alterações do fluxo circulatório venoso. Outra característica do cirurgião é valer-se da ecografia antes, durante e após os tratamentos de varizes, fator que contribui para resultados mais precisos e satisfatórios. 


Medicina avançada
Modernas técnicas apresentam excelentes resultados funcionais e estéticos no tratamento de varizes sem repouso

Embora as mulheres sejam mais acometidas pelas varizes, sendo uma média de cinco para um em relação ao homem, também cresce a cada dia o número de homens em busca dos tratamentos vasculares. A tecnologia dos novos aparelhos, associada a modernas técnicas, possibilitam o tratamento de varizes sem a necessidade de repouso. Dr. Rover é um especialista em detectar e eliminar a presença de varizes, sendo que a escolha do tratamento e da tecnologia empregada depende do tipo de veia e da condição clínica de cada paciente. Geralmente, os tratamentos não necessitam de internação hospitalar, sendo feitos de forma segura e indolor, o que garante uma rápida recuperação, não interferindo na rotina dos pacientes. Mãos habilidosas, conhecimento técnico e equipamentos modernos fazem da Vascular Master Center uma referência nacional e internacional no tratamento de varizes. 

• Escleroterapia Ampliada
E uma técnica que recebeu um minucioso aprimoramento pelo Dr. Rover. Posteriormente foi apresentada, pela primeira vez, em São Paulo, em 2008, durante o Congresso Internacional de Cirurgia Endovascular. Hoje, após muitas pesquisas e congressos, a escleroterapia ampliada conta com embalagem própria, desenvolvida em parceria com um dos mais renomados laboratórios de São Paulo e é ensinada aos cirurgiões vasculares de todo o Brasil no Curso Master em Fleboestética. Praticamente indolor, a técnica permite que várias sessões sejam feitas em um único dia, antecipando o resultado final do tratamento, que inclusive, costuma ser ambulatorial, ou seja, dispensa cirurgias e repouso.
A escleroterapia ampliada permite tratar, secar e eliminar as microvarizes, livrando o paciente da cirurgia para sua retirada. Além disso, ao secar as microvarizes (que são as raízes das varicoses e vasinhos) melhora muito o resultado, aumentando o intervalo sem os vasinhos indesejados. Essa técnica também é preventiva, pois, ao retirar as microvarizes (raiz das varizes), impede-se que elas se transformem em “varizes” no futuro. Além disso, quando o caso for cirúrgico a escleroterapia ampliada pode ser associada à cirurgia. O paciente é anestesiado e no mesmo procedimento de retirada das varizes pode realizar várias sessões de aplicações, proporcionando a antecipação do resultado final do tratamento. Desta forma, diminui-se o número de retornos, economizando tempo e deslocamento.

Sibérian: alta tecnologia de resfriamento da pele
Especialmente projetado para auxiliar em procedimentos de tratamento de pele a laser em que se queira criar analgesia na área a ser tratada. O equipamento Sibérian possui um sistema altamente qualificado de proteção epidérmica à base de resfriamento de ar que, em contato com a superfície da pele, produz uma crioanalgesia temporária, possibilitando transformar tratamentos doloridos em confortáveis e indolores. O aparelho pode ser utilizado para esfriar a pele antes, durante e depois que a energia do laser, radiofrequência ou escleroterapia foram aplicadas. Seu uso permite que um número maior de sessões seja realizado, potencializando ainda mais os resultados. 

Laser Transdérmico Longpulse: não há vasinho que resista

Agora, homens e mulheres podem tratar os famigerados vasinhos da face, colo, mama e pernas com um tratamento de alta tecnologia que traz resultados reais e permanentes, sem restrição à cor de pele e, ainda, com retorno imediato às atividades cotidianas. A Vascular Master Center utiliza-se do moderno LASER LONGPULSE®, de ETHEREA-MX®, que oferece um procedimento seguro e sem downtime relativo, além de ser considerada a tecnologia “padrão ouro” no tratamento de diversas lesões vasculares. Seu comprimento de onda possui grande capacidade de absorção de hemoglobina, encontrada dentro dos vasos, permitindo “secar os vasinhos” tão indesejáveis em grande parte do corpo. Não há vasinho que resista. Outra vantagem é que o equipamento não mancha a pele, não queima e nem oferece riscos ao paciente. Para evitar qualquer desconforto ou dor, é aplicada no paciente, antes do laser, uma anestesia por meio de resfriamento. Hoje grande parte dos vasinhos e varicoses, como também algumas microvarizes das pernas podem ser tratadas apenas com o laser transdérmico, sem a necessidade das indesejáveis agulhinhas.

Endolaser: tratamento de varizes sem corte e sem repouso
O Endolaser Orlight Inovva CX 1470 revolucionou o tratamento de varizes, pois aquelas varizes calibrosas que antes eram retiradas, hoje com o endolaser são tratadas sem cortes. O procedimento consiste em uma pequena punção na veia a ser tratada. Também, é indicado para veias de difícil acesso, que antes não poderiam ser tratadas. É uma técnica menos invasiva, com rápida recuperação e menos hematomas. Realiza-se em um dia e no outro, após a alta hospitalar, o paciente pode retornar as suas atividades normalmente. O método é realizado puncionando a veia, guiado pelo uso do ultrassom (ecografia intraoperatória). Em seguida, é inserida uma fibra óptica dentro dela. O feixe de laser localizado na ponta desta fibra libera uma luz intensa dentro da veia, fazendo com que as mesmas sequem, sem a necessidade de serem retiradas ou de cortar a pele. No bom português, em vez de serem arrancadas, as veias são tratadas no local e depois o organismo acaba absorvendo. Dr. Rover é um dos Speakers do endolaser no Brasil, isto é, também ensina aos outros médicos da área como o aparelho deve ser manipulado. 

Sua face mais bela 
Sabe as veias avermelhadas e bem fininhas que saem na face, em especial na maçã do rosto e, principalmente, no nariz? Estes vasinhos e aquelas veias verdes aparentes são facilmente eliminadas pelo Laser Transdérmico Longpulse. Com o uso deste laser, as veias aparentes da face colo e mama, principalmente aquelas que se tornam mais aparentes, após implantes de silicone, respondem muito bem a este tipo de tratamento, valorizando ainda mais o resultado da cirurgia plástica. 
Quando as veias, principalmente da testa, tornam-se bem dilatadas, também podem ser tratadas com o emprego do Endolaser, ou seja, uma técnica potencializa a outra. Ambos os procedimentos são rápidos e indolores, além de contarem com o auxílio da analgesia proporcionada pelo resfriador de pele. 

Fleboscópio e AccuVein: alta precisão
Os modernos aparelhos Fleboscópio e AccuVein agregam alta precisão aos tratamentos médicos para remoção de vasinhos. Por meio da tecnologia de imagem, permitem a visualização dos vasos mais profundos na pele, que, usualmente, não são visíveis a olho nu. Na prática, são justamente esses vasos mais profundos que acabam nutrindo os vasinhos superficiais, que agregam aquela aparência inestética às pernas ou mesmo à face. Ambos os equipamentos facilitam a localização e o mapeamento no tratamento com o laser transdérmico, e na marcação de microvarizes no pré-operatório, identificando a raiz das varicoses. No momento da visualização, também é possível documentar através de fotografia as varizes e microvarizes presentes para um acompanhamento posterior da evolução do tratamento.

• Tratamento com espuma
É uma técnica eficaz para o tratamento de varizes com grandes e médios calibres. Em vez de retirar as veias cirurgicamente, elas são secadas por meio da inserção de uma microespuma ecoguiada. O procedimento é realizado no próprio consultório. O paciente pode voltar ao trabalho normalmente durante o tratamento, pois é ambulatorial, não necessita de internação hospitalar, anestesia ou repouso. A técnica também é indicada para pacientes mais idosos, portadores de úlcera varicosa, bem como para aqueles que apresentam altos riscos de operar quando submetidos a anestesias. Além disso, é uma alternativa excelente para os pacientes que apresentam varizes e não querem fazer cirurgia.


Dr. Carlos Alberto Rover
Diretor do Curso Master em Fleboestética
Diretor da Vascular Master Center
Especialista em Cirurgia Vascular com área de atuação endovascular pela SBACV e CBR
CRM-PR 16192 / RQE 9052


Informe Publicitário