SAÚDE NEWS

Capa

Sangue novo

A idade é pouca, 34 anos, mas a experiência e habilidades cirúrgicas surpreendem! Foram 11 anos de preparação técnica, estudos e pesquisas. A dedicação, simpatia e o amor pelo que faz são recompensados pela satisfação de seus pacientes, agendas lotadas e pelo reconhecimento da classe médica como Membro Especialista da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Opera no Hospital Gênesis, União Oeste Paranaense de Estudos e Combate ao Câncer (Uopeccan), Hospital e Maternidade Dr. Lima, São Lucas - Hospital FAG e Hospital Policlínica de Cascavel. Doutor Diego Antonio Rovaris é especialista em cirurgias de face, mama, contorno corporal e cirurgias reparadoras. Nessa edição, revela como foi sua trajetória até conquistar a prosperidade profissional. Em primeira mão, retrata uma técnica cirúrgica que realiza em pacientes pós-bariátricos: Neoumbilicoplastia por Retalhos Laterais.



Desde a graduação no caminho da excelência 
Formou-se em medicina pela Universidade Federal de Pelotas (UFPEL). Nessa fase já se destacava como monitor das disciplinas de Anatomia, Psicologia Médica III e Semiologia. Nos dois últimos anos da graduação foi escolhido como um dos melhores acadêmicos para fazer seu “internato” com o Grupo Hospitalar Conceição (GHC) em Porto Alegre, Rio Grande do Sul. Doutor Diego estagiou na maior rede pública de hospitais do Sul do país, com atendimento 100% SUS. O GHC é o responsável anualmente por 56,7 mil internamentos, 1,4 milhão de consultas, 3,7 milhões de exames e cerca de 30 mil cirurgias. “O Conceição se divide em quatro grandes hospitais. Tive a honra de atuar em três deles: no Cristo Redentor me dediquei aos traumas e cirurgias. No Nossa Senhora da Conceição em cirurgia geral e clínica médica, enquanto no Fêmina, os atendimentos focaram-se na pediatria e ginecologia,” recorda.
 



CRM-PR 31944
Cirurgião Plástico - RQE 17706
Membro Especialista pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica



A busca constante de Dr. Diego pelo conhecimento é o que motiva suas apresentações de trabalhos, participações em cursos, simpósios e congressos nacionais e internacionais. Ativo na área da pesquisa, o médico tem diversas publicações em revistas científicas da área médica. O cirurgião prioriza a excelência em seus procedimentos, bem como a segurança e a saúde de seus pacientes. 


  




Dr. Foad Nahai, autor do livro americano mais importante de Cirurgia Plástica e Dr. Diego Rovaris













Apresentação de trabalho científico durante Congresso Brasileiro de Cirurgia Plástica no Rio de Janeiro







Formação cirúrgica em centros renomados

Concluiu a residência em Cirurgia Geral no Hospital São José de Joinville, Santa Catarina. Nessa especialização de dois anos realizou em média duas mil cirurgias: vesícula, abdômen, varizes, tireoide, traumas, próstata, dentre outras. Também estagiou no serviço de cirurgia plástica do Hospital das Clínicas, Curitiba. Ao terminar a residência permaneceu mais um tempo no Hospital São José como staff. Após esse período, foi morar no Rio de Janeiro para cursar a residência de Cirurgia Plástica no Hospital Federal do Andaraí, um dos mais tradicionais centros de ensino da especialidade no país. O local também é considerado referência em tratamentos de queimados e cirurgias pós-bariátricas. 

Época da residência de Cirurgia Plástica
no Hospital Federal do Andaraí - RJ





Doutor Carlos Roxo, coordenador e supervisor da Residência Médica do Serviço de Cirurgia Plástica do Hospital Federal do Andaraí
“Ele entrou por concurso público no Hospital Federal do Andaraí (RJ). Fez residência de três anos e teve seu título reconhecido não só pela nossa comissão de residência médica, como também pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Nossos serviços se destacam internacionalmente em todos os tipos de cirurgias, mas tem foco especial em cirurgia plástica pós-bariátrica, da qual recebemos fellows de mais de 30 países. O Dr. Diego entrou em cirurgia comigo em mais de 100 procedimentos, sendo braquioplastias, mamoplastias, lifting de coxa, bodylifting, âncoras e cirurgias associadas. Eu o recomendo firmemente e confio em seu trabalho pela sua responsabilidade, seriedade, habilidade cirúrgica e, principalmente, pelo seu comprometimento com a qualidade do que realiza.”



Dr. Leonardo Rodrigues, Dr. Carlos Roxo e Dr. Diego Rovaris no Congresso Brasileiro de
Cirurgia Plástica

Dr. Carlos Roxo tem mais de 30 anos de experiência, é um dos cirurgiões mais renomados em cirurgia plástica pós-bariátrica.











Dr. Diego Rovaris e Dr. Carlos Roxo realizando
cirurgia no Hospital Federal do Andaraí


















Ao lado de Ivo Pitanguy
(in memoriam)
Diego Rovaris contempla em seu currículo um curso de aperfeiçoamento no Instituto e Clínica Ivo Pitanguy. O ícone foi um cirurgião plástico (1926-2016), professor e escritor brasileiro. Em mais de 60 anos de profissão, cuidou e transformou a vida das estrelas do cinema e da TV, também publicou mais de 900 trabalhos em revistas brasileiras e estrangeiras. O médico fez do Brasil a principal referência mundial em cirurgia plástica ao desenvolver novas técnicas de estética e reparação, deixou um legado impressionante.





Procedimentos estéticos

De acordo com a International Society of Aesthetic Plastic Surgery (Sociedade Internacional de Cirurgia Plástica Estética), o Brasil realizou 1,22 milhão de procedimentos em 2015 e permanece em segundo lugar no ranking, superado apenas pelos Estados Unidos que no mesmo ano registraram 1,41 milhão de cirurgias. As mulheres representam 87,2% das cirurgias plásticas.
“Nosso país ocupa posição de destaque na realização de procedimentos estéticos, sendo a lipoaspiração e a colocação de próteses mamárias as cirurgias mais realizadas. Quando o assunto é rinoplastia somos os líderes no ranking. Outros procedimentos que se destacam: aplicação da toxina botulínica, blefaroplastia, lipoescultura e lifting de mama. Os procedimentos minimamente invasivos também são muito procurados, pois a cada dia os pacientes desejam rejuvenescimento e, ao mesmo tempo, rápido retorno às suas atividades”, complementa Dr. Diego Rovaris.

Potencializando sua lipoaspiração
VIBROFIT é o aparelho de lipoaspiração vibratória que utiliza um motor de alto desempenho acoplado a cânulas de lipoaspiração potencializando e intensificando os movimentos de vai e vem da lipoaspiração tradicional.
“Hoje a lipoaspiração é a cirurgia mais procurada pelas pacientes e temos as seguintes vantagens na vibrolipoaspiração: apresenta menos sangramento, tempo cirúrgico mais rapido e deixa a superfície mais uniforme. Também proporciona um pós-operatório com menor edema e a utilização dessa tecnologia aumenta a fidelização do paciente”, ressalta.


VIBROFIT

• Alta eficiência em lipoaspirações secundárias

• Maior volume aspirado/minuto

• Mais conforto ao médico e paciente

• Facilidade de acesso às regiões críticas



Mamoplastia de aumento
Para o aumento das mamas, o tipo de prótese, seu tamanho, a via de acesso e o espaço onde será colocada, dependem das características anatômicas individuais como proporções entre busto e quadril, largura do tórax e elasticidade da pele. “A prótese de mama é a segunda cirurgia mais procurada no Brasil. Hoje, a tendência mundial é colocar a prótese abaixo do músculo. As pesquisas revelam que no uso dessa técnica, a contratura ou enrugamento será menor em longo prazo,” destaca o cirurgião.






Cirurgia pós-bariátrica

Neoumbilicoplastia por Retalhos Laterais
A obesidade tornou-se uma epidemia mundial com repercussões importantes sobre a saúde dos indivíduos. A abdominoplastia é o procedimento mais solicitado pelos pacientes submetidos à cirurgia bariátrica. A abdominoplastia pós-bariátrica conforme o grau de flacidez pode ser dividida em: abdominoplastia convencional, abdominoplastia em âncora, abdominoplastia circunferencial (body lifting).
A cicatriz umbilical (umbigo) de boa conformação está relacionada a uma boa aparência estética do abdômen. O novo umbigo após a abdominoplastia deve ter boa forma, bom posicionamento, não apresentar cicatriz estigmatizante, estenose ou alargamento e deter um aspecto natural.
“Após analisar casos de abdominoplastia em âncora sem neoumbilicoplastia observei que a longo prazo havia alargamento da cicatriz umbilical. Estimulado pelos colegas Dr. Carlos Roxo, Dr. Alfredo Donnabella e Dr. Flávio Mendes, iniciei um trabalho em pacientes pós-bariátricos: Abdominoplastia em âncora com confecção do novo umbigo através de retalhos dermocutâneos laterais. O umbigo da paciente é retirado sendo confeccionado um novo umbigo. As vantagens desta técnica são resultados mais naturais, com diminuição do risco de alargamentos ou estenoses, possibilidade de reposicionamento e alteração da altura do umbigo.”







Da engenharia para a medicina
Rovaris nasceu em Timbé do Sul, em Santa Catarina. Naqueles tempos era uma cidade com cerca de cinco mil habitantes. Na memória, uma infância saudável no interior. Jogava bets, futebol, corria pelos campos. O pai, Arnaldo Rovaris, era contador (já falecido). Tem apenas um irmão, Flávio Rovaris, que atua como instrumentador cirúrgico e integra a equipe médica do Dr. Diego. A mãe era dona de casa, mas detentora de ampla visão. Ligava para as escolas, investigava cursos e vestibulares para inscrever o filho. O menino, nem imaginava que seria médico, estudou em escola pública até a sétima série, depois entrou para o colégio “Servos de Maria” em Turvo, Santa Catarina. Na juventude, quase se tornou jogador de vôlei de praia, mas prestou o primeiro vestibular para Engenharia de Materiais. Chegou cursar seis meses, quando percebeu que não era aquilo que sonhava. Fez um teste vocacional que apontou afinidades na área da saúde e, não é que deu certo! Afinal, com apenas 34 anos transformou-se numa referência médica, representando a nova geração da cirurgia plástica do Paraná.
Disciplina e persistência nunca lhe faltaram. Chegava estudar mais de nove horas por dia, motivo de orgulho materno: “Eu sempre fui uma mãe forte e presente. Tenho muito orgulho do meu filho. Eu nunca precisei cobrar nada dele. Desde cedo ele soube dar valor ao meu esforço e do meu marido, bem como aos nossos ensinamentos. Diego tem uma trajetória linda, é merecedor de todas as conquistas”, declara Leydmiriam Panatta Rovaris.






"Diego sempre foi muito dedicado, estamos orgulhosos e contentes com o seu sucesso”, afirmam os padrinhos José Luiz e Iris Vieira Peixoto.











“Trabalhamos dois anos juntos. É gratificante ver sua evolução em Cascavel. Ele é muito competente”, afirma Dra. Kelinn Avelar, dermatologista.





Jogo aberto

Família
Nosso bem mais importante. Esse ano serei pai pela primeira vez, estamos muito felizes!

Gratidão
A minha mãe, uma grande incentivadora; Minha esposa que sempre esteve ao meu lado e, também ao meu irmão.

Agradecimentos
Aos médicos e professores: Dr. Carlos Roxo e sua filha Ana Roxo, Dr. Chang Yung Chia, Dr. Sérgio Ferreira.

Vida
Devemos curtir de maneira saudável e valorizar.


Confio em Deus, sem Ele nada somos! Rezo antes das minhas cirurgias.

Lazer
Conhecer novos lugares e viajar.

Esporte
Academia | caminhada | bicicleta

Gastronomia
Churrasco e massas.

Beleza
Fundamental, em seus diversos aspectos.

Encanta-se
Humildade

Por que escolheu Cascavel?

Enquanto concluía minha residência de cirurgia plástica no Rio de Janeiro, minha esposa passou num concurso público no Paraná, assumindo em Francisco Beltrão. Em seguida abri meu consultório na cidade. Analisamos que Cascavel era um polo de saúde, apresentava mais oportunidades e qualidade de vida. Então, Lisiane pediu transferência para cá. Inicialmente passei a atender no consultório da Dra. Kelinn Avelar, da qual sou muito grato. Com o aumento das consultas, para oferecer melhor atendimento e conforto aos meus pacientes, inaugurei em 2016 a clínica no Edifício Unique Office.


"A beleza é um conceito subjetivo e deve ser cultivada no limite que não interfira em sua liberdade interior."